Seja bem vindo ao nosso site Rádio Serra Linda FM!

WhatsApp (87)988774890
Nenhuma programação cadastrada
para esse horário
Peça sua Música

Pedir

Fram

Solidão

Amado batista ...

Maria consuelo Alves da Silva

Ubatuba

Estou de pé da rose nascimento ...

Edivania silva

Guariba sp

Qualquer Música ...

Cícero eufrasio pereira

Matao

Wälder Tavares professora...

Jaqueline Silva

Solidão

100 pareia ...

cristiane hans

caruaru

Lembro=Brunno carvalho...

Mural

Enviar mensagem

Carmen Odaguiri

A próxima canção ofereço a todos os ouvintes do...

Danúbia Mendes Souza Menezes

Ai que saudades desse povo acolhedor,desta terra pacata e de valor,cheia de...

tatiana lopes

Quero ouvir a musica,,Barreiras do brunno carvalho,,,mandar p\\igor maciel....

Marcelo Vieira

Ouvindo a Transmissão da Missa....

amiga EDNEIS souza

queria pedir uma musica com henrrique e juliano ofereço ao meu avo n...

Fabio Leite

quero ouvir a musica de volta pro meu aconchego de ELBA RAMALHO oferecer...

EDSON JUNIOR

OLÁ RAPAZIADA AQUI É EDSON JUNIOR DA RADIO JORNAL 1120 KHZ DE...

Marcelo

Amei em assisti o documentário da #Globonews Boa Noite Solidã...

Parceiros
Blog do Veras
S1 Notícias
Estatísticas

Visitas: 645110

Usuários Online: 18

Brasil

Aos 19 anos, jovem tira nota 1.000 na redação do Enem pela segunda vez

Publicada em 12/01/16 às 21:24h - 790 visualizações Do G1, em São Paulo

Link da Notícia:
Compartilhe
   

Aos 19 anos, jovem tira nota 1.000 na redação do Enem pela segunda vez

Raphael de Souza, aos 19 anos, tremia quando descobriu que havia conseguido, pelo segundo ano consecutivo, conquistar a nota máxima na redação do Enem. O jovem, nascido em Niterói (RJ), busca uma vaga em medicina na Universidade Federal Fluminense (UFF) ou na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O jovem recomenda que os candidatos comecem a prova pela redação, para que redijam o texto quando ainda estiverem descansados."Não achava que tiraria 1.000, foi choque total. Minha mãe gritava pela casa, foi uma surpresa muito grande", conta o aluno do Curso PH, no Rio. Ele considera que o apoio da família e dos amigos foi fundamental para não desistir de cursar medicina.

Mesmo com o desempenho de destaque na redação, a pontuação no Enem 2014 não foi suficiente para aprová-lo no ensino superior. Neste ano, ele espera conseguir ingressar na universidade. Tomando como referência a primeira nota de corte do Sisu divulgada nesta terça (12), o jovem está acima do mínimo exigido para o curso de medicina da UFRJ e poucos pontos abaixo do esperado na UFF - ele acredita que pode ser chamado na lista de espera.

Dicas
De acordo com o candidato, um dos segredos para ter sucesso no exame é treinar formular a redação. Raphael diz que escrevia uma ou duas dissertações por semana, durante o ano inteiro, e mostrava os textos para a monitoria do cursinho pré-vestibular. "Me apontavam os erros e eu ia consertando a cada semana", relata.

Com o treino constante, ele passou a escrever redações no formato exigido pelo Enem com mais rapidez. "É importante já ter a estrutura do texto em mente, porque aí basta adaptá-la ao tema pedido no exame. O tempo é curto, então é uma batalha conseguir escrever uma boa redação", afirma. Raphael também conta que escolhe títulos de impacto, para conseguir impressionar os corretores do Enem.

"Não dá para chutar na redação, caso o tempo acabe. Então vale mais a pena estar com a mente fresca na hora de escrever. Ainda mais para medicina, curso em que a área de Linguagens tem um peso importante na nota final", diz.

Raphael conta que, mesmo após ter tirado a nota máxima no Enem 2014, não se acomodou e continuou exercitando sua capacidade de escrita. "Em 2015, foquei mais no que não consegui ir bem no ano passado. Mas treinei redação também, porque não tem como garantir nada no Enem e nos vestibulares. É muito imprevisível."

Rotina
Durante o ano, Raphael acordava às 6 horas para estudar em casa. À tarde, ia para o cursinho e, quando voltava, continuava revisando os conteúdos até as 23 horas. Nos fins de semana, frequentava as aulas especiais e fazia os simulados.

"Sei que é muito difícil ser aprovado em medicina. Mesmo estudando, tem gente que está se preparando há mais tempo. É como se fosse uma fila que vai andando, uma hora chega a sua vez", conta.

Mesmo com a forte concorrência, ele não desistiu de cursar medicina. Os interesses pela ciência e pelo funcionamento do corpo humano fizeram com que ele optasse pela profissão quando estava no ensino médio. "Eu já brincava, quando era pequeno, de dizer que que queria ser médico. Depois, mesmo tendo a real dimensão da escolha, tomei a decisão. Gosto de cuidar das pessoas", diz.




ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








Publicidade
Parceiro 01Parceiro 02Parceiro 02

Copyright (c) 2022 - Rádio Serra Linda FM - Todos os direitos reservados
site, tv, vídeos, video, radio online, radio, radio ao vivo, internet radio, web rádio, online radio, ao vivo, musica, shows, top 10, musica, entretenimento, lazer, Áudio, Rádio, Musicas, promoções, canais, noticias, Streaming, Enquetes, Noticias,mp3,Blog, Eventos, Propaganda, Anuncie, Computador, Diversão e Arte, Internet, Jogos, Rádios e TVs, Tempo e Trânsito, Últimas Notícias, informação, notícia, cultura, entretenimento, lazer, opinião, análise, jogos, Bandas, Banda, Novos Talentos, televisão, arte, som, Áudio, rádio, Música, música, Rádio E TV, Propaganda, Entretenimento, Web radio, CD